Turgalicia Turismo de Galicia

Xunta de Galicia
Início > Viva estas… experiências > Passeando por entre vinhedos > Experiencias > Acrescentar a "A Minha viagem"

Passeando por entre vinhas

Laias e os vinhos d’O Ribeiro

Um passeio pela maior acrópole da Galiza, uma sessão de balneoterapia, a visita a alguma adega e ao mosteiro onde os monges cistercienses trouxeram as primeiras cepas de vinho.

Isto interessa-lhe!

  • Início: Cenlle
  • Final: Ourense
  • Jornadas: 3
A cultura do vinho e da água termal estão intimamente ligadas nas terras da comarca d’O Ribeiro, na Galiza interior. A sua acidentada orografia, mistura de rio e montanha, forma belas paisagens mas também guarda fabulosos castros, ermidas, igrejas e mosteiros, considerados o berço dos excelentes vinhos que produzem.

Estes vinhos estão hoje protegidos pela Denominação de Origem d’O Ribeiro, cujas adegas e rico património vos incentivamos a descobrir.

Mais informação...
-Adega Pazo Casanova. www.pazocasanova.com
-Adega Viña Meín. www.vinamein.com
-Estância termal de Laias.Telefone: 988 280 409

Percurso – 1º dia

De Cenlle à maior acrópole da Galiza, o castro de São Cibrao de Las

 

Ampliar

Propomos-vos que partam de Cenlle, município nas margens do rio Minho, onde as suas águas se acumulam devido à barragem de Castrelo de Miño. Os seus mananciais de água termal, que brota a mais de 50 graus, permitem-nos beneficiar deste recurso em modernas instalações.

Aconselhamos-vos a chegar ao local no início da tarde para assim poderem aproveitá-la para programar uma visita a algum dos interessantes recursos patrimoniais da zona, como o espetacular castro de São Cibrao de Las, também conhecido como “A Cidade”, muito perto de Cenlle, entre os municípios de San Amaro e Punxín. É considerado o maior da Galiza. A sua superfície intramuros prolonga-se por quase 100 000 m2, dos quais 9000 pertencem à acrópole.

Entre a enorme quantidade de elementos do castro que chamarão a vossa atenção, um dos mais singulares é a fonte-reservatório situada ao lado da porta oeste da muralha exterior. Sabe-se que o castro esteve habitado entre os séculos II antes de Cristo e II depois de Cristo, fase na qual a cultura castrense já declinava, podendo apreciar-se na acrópole evidentes sinais de romanização. Todo o castro, no cimo de uma suave encosta, está rodeado por uma bonita paisagem de onduladas montanhas e vegetação autóctone.

Uma sessão de balneoterapia em Laias

Ao acabar a visita, sugerimos-vos que culminem a tarde com uma sessão de balneoterapia nas instalações termais de Laias. De acordo com o que está documentado, também já o fazia o rei de Leão, Bermudo II, que no ano 999 vinha até estas terras acompanhado pelo príncipe Alfonso para se repor da gota de que padecia, conhecedor das propriedades curadoras destas águas hipertermais, que hoje sabemos serem predominantemente bicarbonatadas e alcalinas. Saborear um banho na piscina exterior de água quente não só proporciona vantagens para a saúde como também umas excelentes vistas, pois é como uma varanda de onde olhar para as águas do Minho, aquietadas na barragem de Castrelo de Miño. Se nos apetecer, também podemos fazer um tratamento de saúde, relaxamento ou beleza.

"Enquanto água tiver o Minho, n’O Ribeiro não falta o vinho" .
 Dito popular

Acompanhamos os melhores manjares da zona com um copo de ribeiro

À hora do jantar, existe uma grande variedade de produtos autóctones de qualidade com os quais entreter o paladar. Ao lado de um copo de vinho da Denominação de Origem Ribeiro, podemos escolher pão de Cea e um prato de polvo á feira, ao estilo de como o preparam na localidade próxima d’O Carballiño, famosa pelas suas pulpeiras, acompanhado de cachelos (batatas) e uns pimentos d’A Arnoia, se for a época deles. Se preferirmos carne, podemos inclinar-nos por uma cachucha (cabeça de porco) ou lacão com grelos.

 

Partilhe-me em...

A minha viagem

A miña viaxe

Preparando a viagem...

Armazene toda a informação necessária para organizar a sua viagem: museus, monumentos, locais de interesse, alojamentos, restaurantes...

Depois de o fazer, poderá ver o plano do seu itinerário, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS

Durante a viagem...

Já está a usufruir da Galiza. Aqui poderá consultar o plano da sua rota, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS. Se dispuser de um telemóvel com GPS, poderá ver a sua localização no mapa.

Despois da viagem

Agora que regressou, poderá anotar o que lhe pareceu aquilo que visitou e, também, marcar aquilo que não pôde ver, para não se esquecer da próxima!

Entrar
Xunta de Galicia Turismo de Galicia

© 2013 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Acima