Turgalicia Turismo de Galicia

Xunta de Galicia
Início > Viva estas… experiências > Rotas turísticas > Ruta da Costa da Morte > Acrescentar a "A Minha viagem"

A não perder...

Ver mais

Rota turística da Costa da Morte...

Percurso

Propomos uma rota de dificuldade baixa. Com o apoio de um veículo, realizamos percursos curtos a pé, aptos para todos os públicos e ideais para fazer em família. A duração prevista é de três dias. A distribuição de tempos deve ser vista como um mero exemplo, uma vez que cada pessoa pode variá-la em função das suas preferências.

Percurso - Dia 1

No primeiro dia da nova viagem, partimos de Buño, aldeia de reconhecida tradição oleira.

Ampliar
  • Vila e porto de Malpica

    Vila e porto de Malpica

    As estreitas ruelas de Malpica de Bergantiños assentam sobre uma pequena península que se adentra meio quilómetro no oceano. As gaivotas, as cores, a brisa, o salitre...

  • Praia de Seaia - Malpica

    Praia de Seaia - Malpica

    Praia da Costa da Morte, em forma de enseada, com formações dunares ao fundo. Possui uma areia branca muito fina, uma ondulação moderada, num espaço não urbanizado...

  • Torres de Mens - Malpica

    Torres de Mens - Malpica

    Conjunto edificatório do século XV, composto pela casa e três torres de planta quadrada. O volume principal tem planta em forma de "L", rematada por um torreão girado em relação ao eixo do edifício...

  • Porto de Corme - Ponteceso

    Porto de Corme - Ponteceso

    A vila marinha de Corme oferece ao visitante o especial encanto de séculos de história vividos em íntima relação com o mar...

  • Cruzes de Os Percebeiros - Punta Roncudo

    Cruzes de Os Percebeiros - Punta Roncudo

    Estas cruzes do cabo Roncudo adquirem grande relevância e simbolismo na aldeia de Corme que, como acontece em toda a Costa da Morte, tem muito respeito pelo mar e assim o demonstra com estes símbolos...

  • Praia de Balarés - Ponteceso

    Praia de Balarés - Ponteceso

    Praia da Costa da Morte, encravada na ria de Laxe, num extremo do Monte Blanco. O ambiente rural dispõe de magníficas vistas panorâmicas, concretamente a seguir a Ponteceso, de grande beleza natural...

  • Torres do Allo - Zas

    Torres do Allo - Zas

    Propriedade privada não visitável. Acesso por uma avenida de bananeiras e carvalhos até uma praça onde se encontra o portão de entrada ao recinto muralhado...

  • Igreja de Santa Maria de Atalaia - Laxe

    Igreja de Santa Maria de Atalaia - Laxe

    Igreja de tipologia rural, construída entre finais do século XIV e inícios do século XV. O seu estilo é predominantemente gótico tardio, com uma base estrutural românica...

Non deixes de ver...

Os visitantes não deveriam perder a oportunidade de adquirir uma peça da sua cerâmica. Os estabelecimentos de venda costumam ser as próprias oficinas de olaria, o que permite presenciar ao vivo o trabalho dos oleiros  de Buño enquanto criam as suas peças.

Deixamos Buño e partimos em direção a Malpica. O trajeto, com cerca de 9,5 km, demora poucos minutos. Ao chegar a Malpica, dirigimo-nos em direção ao porto, um bom lugar para respirar o ambiente marinheiro e observar a curiosa morfologia do núcleo populacional. As casas estão penduradas nas rochas, com vistas para o porto e para as águas do Atlântico. Depois de um agradável passeio pelas estreitas ruelas da parte velha, dirigimo-nos à parte alta. Aqui teremos a oportunidade de desfrutar de vistas espetaculares.

Abandonamos Malpica e seguimos o nosso caminho até chegarmos ao cabo San Adrián, situado a apenas 4 km. Nas proximidades encontra-se o santuário de San Adrián do Mar. Todos os meses de junho, este lugar é palco de uma romaria celebrada com grande devoção. Acodem inúmeros peregrinos para pedir ou agradecer os favores do santo. O santuário é também um privilegiado miradouro natural sobre Malpica e as ilhas Sisargas, situadas mesmo à frente.

Daqui descemos novamente para Malpica e em direção a Ponteceso, localidade que se encontra a 13,2 km. Passaremos por uma estrada local que passa pelas localidades de Beo, Mens, Cores e Nemeño. Em Mens, podemos parar para ver o antigo castelo. As Torres de Mens, o nome da fortaleza, foram construídas no século XIV e restauradas de forma a conservar uma grande parte da sua estrutura original. O castelo é visível na estrada e, ao tratar-se de uma propriedade privada, não está aberto a visitas. Pode-se visitar a igreja românica de Santiago, do século XII, próxima à torre. É conveniente confirmar hora e disponibilidade através do telefone (+34) 981 714 588.
Alguns minutos depois, chegamos a Ponteceso, lugar de nascimento do grande escritor galego Eduardo Pondal, um dos personagens mais importantes do "Rexurdimento" (renascimento da cultura e das letras galegas durante o século XIX). Passeando pelas suas ruas e parques, encontraremos várias mostras da gratidão que a vila de Ponteceso oferece ao seu filho mais ilustre. Já fora da zona urbana, podemos subir ao Monte Branco, o acidente geográfico mais emblemático desta comarca. Tomando a estrada para a praia de Balarés, de grande beleza e a apenas alguns quilómetros de distâncias, podemos ver na linha do céu as localidades de Laxe, O Porto de Corme, Cabana e Ponteceso. Chegados ao cume, podemos desfrutar de uma espetacular perspetiva sobre o estuário formado pelo rio Anllóns quando se junta ao mar. Trata-se de um espaço natural que acolhe inúmeras espécies vegetais e animais.

Continuando pela estrada AC-424, sem apanhar o desvio para a praia de Balarés, dirigimo-nos para o Porto de Corme, outra das típicas vilas marinhas destas terras. A curta distância, penetrando pelas perigosas aguas do oceano Atlântico, encontra-se a Punta do Roncudo. Os percebes que nascem sobre as rochas são considerados os melhores de toda a costa galega. Para além deste excecional fruto, os desfiladeiros de O Roncudo também são conhecidos por serem perigosos. Muitos "percebeiros" encontraram a morte neste agreste cabo. Em memória a essas pessoas, foram sendo cravadas várias cruzes sobre as rochas ao longo dos anos.

O Porto de Corme encontra-se a uns 8 km de Ponteceso. Antes de chegar, no cume do monte, podemos ver um monumento à Virxe do Faro. (Virgem do Farol). Neste ponto, teremos uma vista insuperável sobre toda a linha da costa. Muito perto da capela encontra-se um grande monumento a modo de farol.

Deixando Corme regressamos a Ponteceso pela mesma estrada. Depois de Ponteceso, percorremos 8,4 km até chegar à localidade de Borneiro. Nos seus arredores, podemos visitar o castro da Cibdá e o famoso dólmen de Dombate, dois dos conjuntos arqueológicos mais importantes da Galiza. Este último está situado a poucos metros da estrada, tomando um desvio à direita. Recentemente, o dólmen foi protegido por um sugestivo edifício de madeira e vidro, que ajuda a visualizar o monumento e acolhe um centro de interpretação, para permitir um melhor entendimento da cultura megalítica da Costa da Morte.
Partindo de Borneiro, um caminho de ida e volta aproxima-nos das Torres do Allo, a poucos quilómetros de Baio, na aldeia de O Allo. Um palácio do século XVI, um centro de interpretação e uma magnífica oportunidade para conhecer mais sobre a Costa da Morte e também sobre a vida palaciana na Galiza rural. Sem esquecer a igreja de San Pedro, um curioso cemitério e três magníficos espigueiros com a tipologia construtiva típica da zona.
Voltamos atrás até à localidade de Cabana, de onde partimos em direção a Laxe. Esta vila marinha oferece uma bela praia de águas tranquilas, perfeita para o banho dos mais pequenos. O longo areal de quase um quilómetro e meio chega ao centro da vila. Quanto a património cultural, conta com uma igreja românica e uma capela, em honra a Santa Rosa de Lima, que se encontra situada no cume de um monte. Nas proximidades de Laxe é imperativo visitar a praia selvagem de Soesto. De Ponteceso a Laxe são 11,5 km pela AC- 431.
Partilhe-me em...

A minha viagem

A miña viaxe

Preparando a viagem...

Armazene toda a informação necessária para organizar a sua viagem: museus, monumentos, locais de interesse, alojamentos, restaurantes...

Depois de o fazer, poderá ver o plano do seu itinerário, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS

Durante a viagem...

Já está a usufruir da Galiza. Aqui poderá consultar o plano da sua rota, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS. Se dispuser de um telemóvel com GPS, poderá ver a sua localização no mapa.

Despois da viagem

Agora que regressou, poderá anotar o que lhe pareceu aquilo que visitou e, também, marcar aquilo que não pôde ver, para não se esquecer da próxima!

Entrar
Xunta de Galicia Turismo de Galicia

© 2013 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Acima