Turgalicia Turismo de Galicia

Xunta de Galicia
Início > Viva estas… experiências > Faróis e praias selvagens > Itinerários > Acrescentar a "A Minha viagem"
Ferrolterra

GEODESTINO

Ferrolterra

Geodestino do norte da província da Corunha. Ares, Mugardos, Cedeira, Ortigueira...

Ria de Ferrol

Ria de Ferrol

Ligada à historia naval, a ria foi sempre uma espada erguida cujo cabo…

Faróis e praias selvagens

Praias de Açúcar

Da ria de Ferrol até à de Cedeira, são muitas as praias de areia fina e branca e de vários quilómetros de comprimento que se alternam com enseadas encantadoras e faróis em falésias escarpadas.

Esta é uma zona ideal para agradáveis passeios em qualquer período do ano e para a prática de desportos náuticos, como o surf e o windsurf.

Isto interessa-lhe!

  • Ponto de início: Ferrol
  • Ponto final: Cedeira
  • Jornadas: 2
  • Km (aprox): 100 km
“Quando chove e faz sol,
vai o demónio por Ferrol
carregadinho de colheres
a chamar as mulheres”.

“Tubarão-anequim, tamboril, atum e percebes são as espécies mais comuns para elaborar os pratos mais procurados da gastronomia local desta zona”

Percurso – 1º Dia

Partimos de Ferrol. Começamos o nosso itinerário pelo bairro piscatório d’A Graña, com as típicas casas estreitas e as ruas empedradas que nos levarão até ao Castelo de San Felipe. Esta fortaleza é um fiel reflexo do estilo dos modelos académicos da sua época: a Ilustração.

Ampliar
Contemplando daqui as magníficas vistas sobre a ria e o Castelo d´A Palma, situado no município de Mugardos, será impossível não recordar a importância histórica e cultural do conjunto constituído pelas fortalezas defensivas da ria de Ferrol e do Arsenal Militar, que faziam desta entrada um forte inexpugnável para quem entrava do mar, sobretudo para as incursões inglesas.
Continuamos o nosso caminho na direção de Cariño para irmos até Doniños, a primeira praia selvagem do nosso itinerário, do lado da lagoa com o mesmo nome. Esta última, além de ter uma lenda que garante que aqui está afundada a antiga cidade de Valverde por castigo divino, figura na história da Batalha de Brión, visto ter sido por onde os ingleses desembarcaram e se retiraram derrotados pelas tropas e habitantes de San Felipe e A Graña.  Este enfrentamento é comemorado no dia 25 de agosto com uma representação e, além disso, serve de argumento às visitas teatralizadas, cada vez mais frequentes no Castelo de San Felipe.
No areal, encontrarão os restos de uma bateria de costa e, pela ponta esquerda do areal, entra-se na pequena praia de Lumebó. Se a visita coincidir com a maré baixa e for o fim do dia, a sorte oferecer-vos-á um impressionante pôr do sol entre esculturas de pedra naturais. Na outra ponta da praia, por uma passarela de madeira, podem continuar o passeio e, no caso de irem de bicicleta, podem seguir pela pista habilitada para o efeito durante quase todo o trajeto até Covas.
A nossa paragem seguinte é a praia de San Xurxo, situada na extremidade sul do cabo Prior. Com forma de concha, de areia muito branca, e ventosa devido à influência do vento do nordeste, é uma das preferidas pelos moradores durante o verão. Talvez também porque os seus mais de dois quilómetros a tornem no lugar ideal para longos passeios pelas dunas ou pela margem do mar durante a maré baixa, sentindo como as ondas rompem contra os nossos pés. Da ponta Herbosa, à qual se chega por um caminho próximo, terão uma vista panorâmica completa do arco formado pelos areais de San Xurxo, Esmelle e O Vilar, popularmente conhecidas como “as praias de Covas”. Um enquadramento perfeito de águas cor turquesa entre altos pinheiros.
No cabo Prior, encontrarão também o farol com o mesmo nome, ativo desde 1853. Neste sítio, existia um destacamento militar do qual já só restam ruínas, com uma curiosa forma vista à distância. Na parte traseira do farol, há uma escada que permite descer uma porção deste istmo de 171 metros e ver, ao norte, a praia e a ilha de Santa Comba, com a sua ermida românica. Poderão ir também até à enseada d’As Fontes, onde o mar vos oferecerá poças de água verde-esmeralda: um local perfeito para molharem os pés e se deitarem ao sol.
Passamos agora as duas pequenas praias de Sartaña e Medote para chegar a Ponzos, a mais agreste das três. No seu extremo direito, há uma área de nudismo e, com a maré baixa, poderão atravessar as rochas para chegar ao solitário areal de Casal, já no vizinho município de Narón. Andar descalços pela areia enquanto o vento vos enreda o cabelo é uma experiência que não deverão perder em qualquer destes bravios areais.
Partilhe-me em...

A minha viagem

A miña viaxe

Preparando a viagem...

Armazene toda a informação necessária para organizar a sua viagem: museus, monumentos, locais de interesse, alojamentos, restaurantes...

Depois de o fazer, poderá ver o plano do seu itinerário, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS

Durante a viagem...

Já está a usufruir da Galiza. Aqui poderá consultar o plano da sua rota, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS. Se dispuser de um telemóvel com GPS, poderá ver a sua localização no mapa.

Despois da viagem

Agora que regressou, poderá anotar o que lhe pareceu aquilo que visitou e, também, marcar aquilo que não pôde ver, para não se esquecer da próxima!

Entrar
Xunta de Galicia Turismo de Galicia

© 2013 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Acima