Bono IacobusA peregrinação a Santiago de Compostela conheceu nas terras lusitanas uma grande importância, participando o povo português activamente no desenvolvimento do culto jacobeu.

Já no século XII os peregrinos partiam desde núcleos populacionais do país vizinho tão importantes como Lisboa, Coimbra, Porto ou Braga. A motivação fundamental desta peregrinação era religiosa, mas este fluxo secular de pessoas que povoaram os caminhos de Santiago também contribuiu para o estabelecimento de profundos laços de intercâmbio cultural, económico e de pensamento entre Portugal e a Galiza.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

 

Dia 1

Tui - Começo

A Torre do Xudeu
Tui / Começo

A Torre do Xudeu A casa Rectoral de Areas está localizada a poucos quilómetros de Tui, cidade monumental e município a que pertence. Construída no ano 1832 e ocupada até recentemente pelos abades que passaram por esta paróquia, é actualmente um alojamento de turismo rural que conserva a sua arquitectura original depois de uma cuidada reforma.

Dia 2

Tui / Redondela - Etapa 1 (31,2 km)

Á saída da cidade encontramos a igreja românica de San Salvador de Rebordáns (séc. XI). Continuando em direcção a Porriño, podemos contemplar a capela da Virgem do Caminho. Segue-se a descida até ao rio San Simón, onde encontramos A Ponte das Febres. Chegamos ao lugar da Madalena e prosseguimos o caminho até Ribadelouro, deixando a oeste Gándaras de Budiño. Atravessamos o centro histórico de Porriño, continuando até chegarmos a Mos. Aqui inicia-se a subida pela Rua dos Cabaleiros, no final da qual podemos se pode contemplar um valioso cruzeiro do séc. XVIII. Continuamos o caminho passando diante do marco romano de Vilar de Infesta e atravessando o planalto de Chan das Pipas. Seguimos a via romana, e o trajecto regressa outra vez à N-550, penetrando em Redondela perto do convento de Vilavella.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

Perfil

Pazo Torres de Agrelo
Redondela / Etapa 1

Pazo Torres de Agrelo Torres de Agrelo é um nobre conjunto de arquitectura histórica, cuja origem remonta a 1750.
Localizado numa paragem com vistas para a Ria de Vigo e para a Ilha de San Simón, este paço está situado num jardim de oitenta mil metros quadrados, com inúmeras zonas paisagísticas e espécies arbóreas únicas na Galiza.
Foi convento de franciscanos, hospital militar na I Guerra Mundial e refúgio durante a Guerra Civil Espanhola (ainda se conservam vestígios dos túneis subterrâneos que conectavam as construções entre si).

Dia 3

Redondela / Pontevedra (Ponte do Burgo) - Etapa 2 (20,4 km)

Depois de passar a ponte do caminho-de-ferro, o caminho penetra no bosque, e desce pelo lugar de Setefontes para atravessar Arcade, cidade famosa pelas suas ostras, continuando depois pela Ponte de San Paio sobre o rio Verdugo. A rota percorre a vila de Ponte Sampaio, subindo por estreitas ruelas.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

Seguidamente entramos em Canicouva, e continuamos o caminho passando ao lado do cruzeiro de Cacheiro e dos restos de uma antiga casa de posta. O caminho atravessa depois várias aldeias até chegar a Pontevedra pela Avenida Conde de Bugallal. Na cidade pode-se visitar o santuário da Virxe Peregrina, ponto de referencia para as devoções dos peregrinos. A etapa finaliza atravesando o rio Lérez pela Ponte do Burgo.

Perfil

Casal de Folgueiras
Meis / Etapa 2

Casal de Folgueiras Casal de Folgueiras pertence à família desde 1680 e oferece ao viajante a tranquilidade e o relax de umas instalações que contam com jardim, horta e um bosque próprio.
Esta casa, localizada no centro das Rías Baixas, e praticamente inalterada desde a sua construção no século XVIII, oferece ao viajante todas as comodidades hoje imprescindíveis, num entorno completamente rural.

Dia 4

Pontevedra (Ponte do Burgo) / Caldas de Reis - Etapa 3 (20.7 km)

Abandonamos Pontevedra pela rua da Santiña. As vias do combóio acompanham o caminho até ao lugar de Pontecabras, prosseguindo em direcção ao norte até alcançar a igreja paroquial de Santa María de Alba. Depois de passar a capela de San Caetano, esperam-nos os densos bosques de Reiriz e Lombo da Maceira. Desde San Mauro o caminho passa pela aldeia de Ponte Balbón, adornada com dois interessantes cruzeiros, um ao lado da casa de Amonisa. No fuste do outro, Santiago Peregrino indica o caminho a seguir. De Ponte Balbón continuamos em direcção à capela de Santa Lucía, em Amenal. Tibo, com a sua fonte, cruzeiro e lavadouro dá passo a Caldas de Reis.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

Perfil

Torre do Río
Caldas de Reis / Etapa 3

Torre do Río Torre do Río nasce das ruínas de um complexo têxtil datado do século XVIII.
Localizada sobre o rio Umia, numa paragem declarada de interesse paisagístico devido à sua extraordinária beleza, esta casa encontra-se a pouco mais de um quilómetro do centro da vila termal de Caldas de Reis.

Dia 5

Caldas de Reis / Padrón - Etapa 4 (18.6 km)

Abandonamos Caldas de Reis e entramos no Vale do rio Bermaña, rodeado por bosques centenários. A um lado, a igreja românica de Santa María de Bemil. Segue-se uma pequena descida para chegar ao conjunto de Santa Mariña de Carracedo, composto por igreja, casa paroquial e celeiro. Continuamos pelos lugares de Casal de Irixo e O Pino, e entramos nos bosques pelo monte Albor. À altura do moinho de Solleiro giramos em direcção a San Miguel de Valga, para chegar ao lugar de Infesta, em Pontecesures. Prosseguindo pela rua dos Coengos passamos junto da igreja de San Xulián de Requeixo, enquanto nos dirigimos à Ponte de Cesures, obra de origem romana. Após atravessar a ponte, o caminho continua até Padrón, seguindo um trajecto paralelo à N-550.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

Perfil

A Casa da Meixida // Casa de Marcelo (sujeito a disponibilidade)
Padrón / Etapa 4

Casa da Meixida A Casa da Meixida é um hotel rústico situado numa antiga casa de lavoura do século XIX totalmente reconstruída e restaurada, conservando intacta a sua estrutura original. A casa mantém o sabor de uma edificação rústica, com a solidez dos seus muros e a calidez que lhe conferem os materiais nobres como a madeira e a pedra.

Casa MarceloCasa Marcelo, casa de lavoura datada de 1898, e restaurada e condicionada em 1993, conservando a arquitectura característica deste tipo de casas. Está situada no tranquilo e pitoresco vale do rio Ulla, famoso pela pesca da lampreia, e ao lado de Herbón, localidade mundialmente conhecida pelo cultivo dos famosos pimentos de Padrón.

Dia 6

Padrón / Santiago de Compostela - Etapa 5 (23.9 km)

Deixamos agora para trás o centro histórico de Padrón para nos dirigirmos a Iria Flavia, e daqui ao santuário de A Escravitude. Imediatamente aparece a Igreja de Santa María de Cruces, depois de um trecho de bosques e do cruzamento com o caminho-de-ferro na pitoresca aldeia de Angueira de Suso. O caminho continua até à rua de Francos, onde se pode apreciar um belo cruzeiro gótico. Um desvio conduz às ruínas de Castro Lupario, nome que recorda os domínios da Rainha Lupa. Continuamos o nosso trajecto, atravessando uma série de núcleos urbanos cada vez mais povoados. Atravessamos o Milladoiro em direcção a Agro dos Monteiros. O velho caminho medieval deixa a um lado as ruínas do castelo arcebispal de Rocha Vella. Chegamos ao bairro de Choupana, perto da capela de Santa Marta. Entramos no centro histórico de Compostela por Porta Faxeira, uma das sete portas que franqueavam as muralhas da cidade, hoje desaparecidas, e finalmente entramos na Catedral pelo portal românico de Praterías.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

Perfil

Preço

A rota inclui 115 quilómetros a realizar em 6 dias / 5 etapas. No final de cada etapa, o viajante é recolhido junto ao caminho e transportado em automóvel para um alojamento rural, no qual pernoitará após um merecido jantar caseiro, elaborado com produtos da zona.

De manhã, depois de um pequeno-almoço completo, o caminhante será levado novamente num automóvel até ao início da sua etapa seguinte.

Serviços opcionais:

  • Piquenique para a etapa de cada dia.
  • Transporte da bagagem em táxi.

Preço com jantar e pequeno-almoço incluídos:

  • 1 Persona (habitación individual) 495 € (IVA incluído)
  • 2 Personas (habitación doble) 740 € (IVA incluído)

O Bono Iacobus pode ser contratado ao longo de todo o ano, exceptuando o mês de Agosto e a Semana Santa, de forma individual, por duas pessoas, ou grupos.
Pode obter informação adicional sobre o Bono Iacobus através do número de telefone 902 190 160 / +34 981 568 521 (*) ou enviando uma mensagem de correio electrónico para info@galiciaincoming.com

(*) A comercialização é realizada através de agências de viagens legalmente autorizadas.

Como chegar a Tui

  • Opção A: Traslado Santiago – Pontevedra e Pontevedra - Tui em autocarro com uma frequência de segunda a sexta-feira. Horário Santiago – Pontevedra: Saídas frequentes aproximadamente cada hora. Horário Pontevedra – Tui: De segunda a sexta-feira: 09:00 - 12:00 - 19:00 h.
    • Empresa de autocarros: MONBUS – Tel.: +34 902 292 900 - Web: www.monbus.es
    • Estação de Autocarros de Santiago: C/ San Caetano, s/n – Tel: +34 981 542 416 - Web: www.tussa.org
    • Estação de autocarros de Pontevedra: Avenida da Estación, s/n - Tel.: +34 986 852 408 – Web: www.autobusespontevedra.com
  • Opção B: Traslado Santiago – Vigo e Vigo – Tui de comboio com frequência diária e diversos horários. Horário Santiago – Vigo: De segunda-feira a domingo. Duração aproximada da viagem de uma hora e meia. Horário Vigo – Tui: De segunda-feira a domingo: 7:50 – 19:37 h. Duração aproximada da viagem 45 minutos.
    • Companhia de caminhos de ferro: RENFE - Tel: +34 902 240 202 - Web: www.renfe.es
    • Estação de caminho de ferro de Santiago: C/ Horreo - Tel: +34 981 591 859 - Web: www.adif.es
    • Estação de caminho de ferro de Vigo: Plaza da Estación, s/n - Tel: +34 986 269 403 - Web: www.adif.es

A informação sobre os dias de operação, horários e duração dos trajectos é apenas ORIENTATIVA e deve ser confirmada junto da empresa que presta o serviço.

 

Arriba