O Arquivo da Galiza, situado num edifício contíguo ao da Biblioteca, foi inaugurado a 11 de janeiro de 2011 pelos Príncipes das Astúrias. Como cabeceira e centro de referência do sistema de arquivos da Galiza, a missão é a de receber, guardar e colocar à disposição dos cidadãos todos os documentos públicos ou privados em qualquer tipo de formato (papel, vídeo, fotografia, áudio, etc.) que, pelo seu valor, necessitem ser conservados.

Em virtude da dupla função administrativa e histórico-cultural, guardará os documentos emanados das atividades da Xunta de Galicia e os órgãos dependentes, garantindo o acesso aos cidadãos tanto desde as instalações como através da Internet. Através da gestão do património documental, o Arquivo da Galiza será constituído em salvaguarda de uma parte significativa da memória da Galiza, propiciando também a recuperação e revalorização dos fundos documentais conservados pela emigração.

Usos

  • Nível 1 - 1.250 m2 úteis: locais técnicos, comunicação com carga e descarga.
  • Nível 2 - 5.589 m2 úteis: receção, catalogação, reprografia e digitalização, gabinetes, comunicação subterrânea com a Biblioteca, sala de leitura, centro de investigação, centro de gestão de instalações e depósito principal.
  • Nível 3 - 4.386 m2 úteis: acesso principal, zonas comerciais e de instalações, informação, guarda-roupa e zona de exposições.

 

Xunta de Galicia

© 2016 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Galicia
Arriba