Saída do Castro de Caldelas

Partiremos do Castro de Caldelas e dirigir-nos-emos a Monforte de Lemos para desviar-nos à esquerda para A Teixeira. Subiremos a A Teixeira (490 m), desde onde já observámos uma impressionante panorâmica do vale do Sil. O nosso percurso transcorrerá a meia encosta para oeste. Poderemos apreciar a beleza da quinta tradicional de Cristosende, e deleitar-nos com a cascata natural do rio Mao, que vem da Serra de Montederramo e desagua no Sil. Por terras de Sacardebois e Chandrexa chegaremos a Parada de Sil, capital do município. .

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

De Parada de Sil ao de Castro Caldelas.

Desde aí faremos dois pequenos percursos de ida e volta. O primeiro, aos designados "Balcóns de Madrid", talvez o melhor miradouro natural de toda a Ribeira Sacra. O segundo, ao mosteiro de Santa Cristina de Ribas de Sil, para o qual teremos que descer vários quilómetros por uma estrada solitária, através de uma frondosa vegetação. De regresso à estrada geral e a Parada, iremos pela estrada a Vilariño Frío. Desde aí poderemos deslocar-nos até ao mosteiro de Xunqueira de Espadanedo. Regressando às nossas andaduras, em direção a Castro Caldelas, iremos à direita pelo desvio a Montederramo para visitar o mosteiro de Santa María, na capital do município, e a Serra de San Mamede, com a célebre floresta de vidoeiros. Pela antiga estrada Ourense-Ponferrada chegaremos ao ponto de partida, Castro Caldelas.

Arriba