Entre as Rias de Vigo e Pontevedra, no ponto mais ocidental da península do Morrazo, encontra-se a Costa da Vela. Este é um mundo virgem em que o mar e os pinheiros são os donos da paisagem. Aqui, as vistas são de uma beleza espetacular.

Como o pôr-do-sol do Farol de Cabo Home, um dos mais altos da Galiza. Ou as falésias de Donón, de mais de 150 m de altura e contra as quais o mar bate furioso. Ou a praia de Melide, con as ilhas Cíes em frente, quase ao alcance da mão, e de onde não é raro ver os golfinhos a brincar na água. Ou já na ria de Vigo, as paradisíacas praias de Nerga e Barra, esta última nudista, de águas transparentes e rodeada de pinheiros que chegam quase até à areia.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

E a dominar o céu e a terra, o mítico Monte do Facho, antigo castro e santuário celta. Está só a 160 m acima do nível do mar mas a sua localização é magnífica, para não perder nada, do Cabo Silleiro ao Cabo Fisterra.

Descrição

Já na antiguidade, este sítio que se assoma espetacularmente sobre o mar em falésias de mais de 150 metros, era um local de peregrinação. A beleza dos miradouros marinhos juntamente com as praias e as jazidas arqueológicas continuam a ser na atualidade as atrações deste excelente destino natural entre as rias de Vigo e de Pontevedra.

As descobertas do alto d'O Facho de Donón revelaram um singular santuário, uma “floresta de aras” composta por quase duzentas lajes consagradas ao deus Berobreo, conservadas no Museu Municipal de Vigo. No castro galaico-romano foram descobertas até à data 60 casas num amplo recinto amuralhado.

Tem acesso fácil desde a localidade de Donón ao longo de uma subida de aproximadamente trinta minutos. É o ponto central elevado da Costa da Vela desde onde as vistas panorâmicas abarcam uma ampla zona das bocas das Rias Baixas com o Parque Nacional das Ilhas Atlânticas em primeiro lugar.

No extremo sul, situa-se o Cabo de Home, com três pontas e cada uma com o seu farol. Acolhem entre elas uma pequena enseada com a praia de Melide e protegem, já no interior da ria de Vigo, a sucessão destes outros areais: Barra, Viñó e Nerga, com um sistema dunar de formas pouco comuns.

A zona de proteção abaixo do nível da água amplia-se em frente à costa até à cota dos trinta metros de profundidade.

Dados de interesse

Situação
Município de Cangas, no extremo ocidental da península d’O Morrazo (Pontevedra).

Superfície
1384,81 ha, dos quais 1003 ha são de águas marinhas.

Acesso
Desvios na estrada PO-551 entre Bueu e Cangas, para o norte por Hío ou para o sul por Donón.

Serviços
Alojamento e comida nas proximidades.

Arriba