TUI

Centros Históricos
No Caminho de Santiago
762

Contacto

Tui - Pontevedra

Coordenadas:
42º 02' 46.7" N - 8º 38' 37.8" W

Camiños de Santiago

Caminho Português

A não perder

As Festas de San Telmo, patrono da vila e dos navegantes, celebram-se no dia 24 de Abril, com uma procissão das relíquias e da imagem do Santo, e uma oferenda floral. Declarada Festa de Interesse Turístico. Durante esta festa têm lugar um grande número de eventos culturais, festivos e religiosos que se prolongam durante vários dias, destacando-se a Festa da Angula, um dos eventos gastronómicos mais singulares da Galiza, celebrado desde 1968, em que a sopa de angula procedente do Minho se degusta em rações individuais acompanhada por alho.

Para conhecer

A Catedral é uma obra dos séculos XII-XIII, momento de transição entre os estilos românico e gótico, ambos presentes no templo, que as frequentes lutas hispano-portuguesas acabaram por converter numa fortaleza com ameias. Possui três naves, reforçadas com contra-fortes depois do terremoto de Lisboa de 1755. Merecem uma visita demorada as suas capelas, o claustro e sobretudo a fachada ocidental, que oferece a mais importante composição iconográfica da arte ogival galega, representando profetas, apóstolos, santos e reis, com um tímpano dividido em três registros, com cenas da Anunciação, a Natividade, a Epifania ou Jerusalém Celeste. Os assentos do Coro, de Canseco, são um dos expoentes máximos do último barroco galego. A subida à torre é recomendável, pois conta com um miradouro excepcional sobre o conjunto do templo, o Minho e a vila. O Museu da Catedral guarda uma boa colecção de ourivesaria litúrgica. Pelo seu lado o Museu Diocesano alberga magníficos exemplos de peças procedentes de prataria espanhola e hispano-americana junto com valiosos restos arqueológicos. Sem sair do centro histórico merecem uma visita os panos que sobrevivem da muralha e as capelas da Misericordia, de origem renascentista, e a do Corpo Santo ou de San Telmo, com a sua bonita fachada de influência lusitana, assente sobre uma cripta que é já parte da vivência do santo tudense; merece também destaque o convento de San Francisco, das Freiras Clarissas Encerradas (séc. XVII).

Igreja Mendicante de San Domingos, conserva a cabeceira, o cruzeiro e diversos sepulcros góticos do séc. XIV, embora o resto da construção seja fruto de reformas muito posteriores, barrocas e neoclássicas.

Um lugar essencial na vida dos tudenses é o Paseo da Corredoira, pedonal, em pedra, com zona ajardinada. Destaque para o seu miradouro, situado numa das extremidades do passeio, desde o qual se podem contemplar os campos da Vega e o rio Minho.


Vila singular

r> No município, perto da vila, encontra-se o primeiro Parque Natural oficialmente declarado da Galiza, o «Monte Aloia». Entre os seus atractivos turísticos cabe mencionar as magníficas vistas que oferece sobre o rio Minho e o seu estuário, que se podem observar desde os cinco miradouros existentes, e os valores ambientais, com uma vegetação de bosque autóctone e interessantes vestígios arqueológicos do período castrejo.


Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.
Última atualização: 04/05/2015
Arriba