ÁREA DE ALLARIZ

Espaços naturais
1174
No Caminho de Santiago

Posição

Ourense

A Bola | Allariz | Rairiz de Veiga | Vilar de Santos

Coordenadas:
42º 08' 46.6" N - 7º 49' 01.7" W

Descrição

Prados, rios, arvoredos
Às cores verdes e azuis da natureza é-lhes acrescentado o vermelho no logótipo em forma de mosaico que representa a Área Allariz na rede mundial de reservas da biosfera. Vermelho dos telhados. Contados pela velha, trinta e duas freguesias, dez mil almas. Segundo o recenseamento oficial, um pouco menos de três mil habitantes na vila e outros sete mil distribuídos em pequenos núcleos de povoação. Só no município de Allariz existem oitenta pequenos núcleos de povoação.
É um mosaico humano e natural elaborado com séculos de paciência campestre. O trabalho humano em redor da água configura, assim, esta paisagem. Dois são os rios principais da reserva com caminhos diferentes: Arnoia, tributário do Minho, e Limia, partilhado com Portugal.

Acesso

A via rápida das Rias Baixas A-52 e a estrada N-525 até Allariz. Também há desvios para outros pontos em Xinzo de Limia. A Carballa da Rocha (A Saínza) e A Veiga de Ponteliñares em Rairiz de Veiga, pela estrada OU-531 Xinzo de Limia- Celanova.

Caminhos de Santiago

Vía de la Plata

Situação

Nos municípios ourensanos de Allariz, Vilar de Santos, A Bola e Rairiz de Veiga.

Superfície

21.482 hectares totais.

Servizos

Alojamento: Sim.
Refeições: Sim.

A não perder

O Arnoia ao passar por Allariz adopta o nome de Arnado e conserva um dos passeios fluviais mais belos da Galiza. Dele destaca-se o Parque Etnográfico com um moinho visitável e museus dedicados ao linho e ao couro, pois o curtimento de peles foi uma actividade importante outrora. É imperdível a visita de estreitas ruelas em excelente estado de conservação da zona histórica. Longe de ser uma zona adormecida, concentra o pulso da vila.
O passeio pela ribeira pode prolongar-se desde a área de lazer de Acearrica e seguir o curso do rio águas a jusante até uma das zonas núcleo da Reserva: O Briñal. É um extenso e belo trajecto à sombra da floresta da galeria fluvial.
Em sentido contrário, nas águas a montante de Allariz, com acesso em carro, está o ecoespaço do Rexo (Requeixo de Valverde) famoso pela intervenção escultórica e pictórica do artista basco Agustin Ibarrola sobre as árvores da margem e as pedras.
O outro dos rios, o Lima, nesta altura é uma lembrança viva de um passado diferente. Alimentava a lagoa de Antela, uma das maiores zonas húmidas da Península Ibérica até a dissecação completa na década de 60. A lagoa continua a ser a referência mítica em toda a comarca. Conta com um interessante museu etnográfico em Vilar de Santos e, no município vizinho de Sandiás, de um Centro de Interpretação do antigo ecossistema lacustre que na actualidade está a ser recriado parcialmente nas charcas das explorações de areeiros abandonados e em processo de regeneração natural.

Información e equipamentos

Área gestionada por los ayuntamientos. Concellería de Medio Ambiente de Allariz
Telefone: +34 988 440 001
Próximo a la reserva: Centro de Interpretación de lal Laguna de Antela
Telefone: +34 988 465 001
Parque Etnográfico del río Arnoia (Allariz)
Telefone: +34 988 440 859
Museo Etnográfico da Limia (Vilar de Santos)
Telefone: +34 988 465 883
Centro Promoción Económica (Allariz)
Telefone: +34 988 442 210
Aula de la Naturaleza – Ecoespacio O Rexo (Fundación Ramón Glez. Ferreiro)
Telefone: +34 988 436 182
Direção: Sandiás

Plano

Arriba