PARQUE NATURAL SERRA DA ENCIÑA DA LASTRA

Paisaxe mediterránea en Galicia

tb://14954/plano.png
Uma exceção da paisagem galega
Parque Natural de Serra da Enciña da Lastra

O seu nome corresponde a uma grande azinheira, a qual se diz que servia como ponto de referência para os viajantes

Irá surpreender-se com o seu clima mediterrâneo e o solo calcário. As águas do Sil deram forma a interessantes paisagens e elementos fruto da erosão, entre os que cabem destacar as covas que formam a maior rede de cavidades da Galiza. Além do interesse que estas covas possuem para os espeleólogos, os historiadores encontraram restos arqueológicos de diferentes civilizações: da Idade de Bronze e das épocas romana e medieval.

Um dos recursos naturais do Parque intensamente aproveitado para a atividade económica foi a pedra calcária, da qual se extraía a cal viva utilizada na construção como base para a argamassa e para caiar as moradas.

Deste espaço protegido, destacamos os lugares de Covas e Biobra, onde está o Centro de visitantes.

ACESSOS: O acesso mais frequente ao terreno protegido é realizado pela N-120, entre Ponferrada e Ourense, que atravessa o Parque e facilita a chegada ao centro de visitantes em Biobra.
tb://14955/prismaticos.png

Enciña da Lastra Birding

Galicia Birding en Serra da Enciña da Lastra

Olhe para o céu e veja o valor deste espaço identificando as diferentes espécies de aves que habitam a zona

Quer ser um especialista em ornitologia?

Os desfiladeiros e alcantilados fluviais fazem do Parque um interessante refúgio para várias espécies, entre as quais podemos destacar: aves rapaces, como o abanto, a águia real e o falcão peregrino, pouco habituais no noroeste ibérico. Os especialistas confirmaram que este lugar acolhe a maior concentração de aves nidificantes da Galiza, assim como grandes colônias de morcegos nas numerosas covas existentes.

Descarregue no seu telemóvel a aplicação gratuita “Birding Galicia” e desfruta das quatro rotas que propomos neste espaço protegido; duas podem realizar-se de automóvel, e as outras duas, por trekking. Desta forma, poderá conhecer mais sobre o mundo da ornitologia.

tb://14956/sendeirismo.png

Trekking pela Serra da Enciña da Lastra

Sendeirismo por Enciña da Lastra

Descubra o prazer de se deixar levar, mas sempre sabendo qual é o seu destino

A Rota Val do Sil, entre Vilardesilva e Covas, percorre a margem direita do rio em direção ao desfiladeiro fluvial, o que permite observar as incríveis gargantas que açudam as águas e servem de lugar de caça para as aves rapaces.

A ladeira norte dos Penedos de Oulego é uma das panorâmicas imprescindíveis no Parque e poderá contemplá-la durante a Rota Tras os Penedos, que parte da área de descanso de Caprada e entra por um bosque de densa vegetação até à base destas formações rochosas.

  Dificultade Distancia Tempo Tipoloxía
Rota Val do SilPOUCA/ MÉDIA5 Km1,30 hLINEAR
Rota Tras os PenedosPOUCA1,5 Km25 minCIRCULAR
Rota Soutos Baixo Pena FalcueiraMÉDIA / ALTA3,9 Km1,45 hCIRCULAR
Rota do “Caleiro“MÉDIA / ALTA6 Km3 hLINEAR
Rota do Real de OulegoMÉDIA4 Km2,30 hLINEAR
Rota da Vía RomanaMÉDIA8,6 Km3,30 hCIRCULAR
Rota da Ermida de Santo EstevoMÉDIA6 Km3 hCIRCULAR
Rota das GalegasMÉDIA6,8 Km3 hLINEAR
Rota das Dúas VertentesMÉDIA4 Km1,30 hCIRCULAR
Rota Baixo de PáramoMÉDIA4 Km2 hCIRCULAR

 

tb://14957/flor.png

Descobrir as orquídeas

Parque Natural de Serra da Enciña da Lastra

Durante a primavera, poderá ver as diferentes espécies que florescem por todo o Parque

O clima mediterrâneo e as condições da terra são os fatores que permitem que, durante a sua visita, possa contemplar uma das maiores concentrações de orquídeas da Galiza.

Acompanhados por um guia especializado, queremos convidá-lo a desfrutar da floração desta planta através de uma rota interpretativa para que aprenda a identificar mais de 25 espécies.

Recomendamos visitar durante a primavera e o verão, quando estas pequenas flores nos surpreendem com a sua beleza e grandeza. Entre as diferentes espécies, e facilmente identificável, encontra-se a ophrys; esta pequena flor simula o corpo de uma abelha fêmea.

Ficará surpreendido com a delicada beleza destas flores, muito conhecidas no mundo ornamental e tão desconhecidas no florestal.

MAIS INFORMAÇÃO EM:

Oficina-Centro de Visitantes do Parque natural Serra da Enciña da Lastra Praza dos Bolos s/n
32004 Rubiá.
Contactar antes:
T. 988 386 376 · 988 386 029

Descarregue o folheto Descarregue aqui o folheto em formato PDF
Alojamentos | Restaurantes | Turismo ativo e desportivo
NÃO DEIXE DE VER
NÃO DEIXE DE VER
Uma seleção de quatro visitas obrigatórias que não passarão despercebidas e que mostram a essência do Parque Natural Serra da Enciña da Lastra
Os 9 mirantes
Os 9 mirantes

A forma mais fácil de admirar a paisagem do Parque. Destacam-se os mirantes de Caprada, em Oulego, Alto da Escrita, em Biobra, Tanque de Covas e la Portela, em Vilardesilva.

A orquídea
A orquídea

A maior concentração de orquídeas no território galego. São 25 espécies diferentes, que poderá conhecer se contrata os serviços de um guia ou realiza as visitas gratuitas que se organizam nalgumas ocasiões.

Árvore singular
Árvore singular

Não deixe de ir a um solar próximo ao cemitério de Covas para admirar uma grande azinheira que conta com o reconhecimento de Árvore Singular.

Património Etnográfico
Património Etnográfico

Visite as aldeias que se encontram dentro do parque ou no seus limites e que escondem um grande património etnográfico: fornos comunais, moinhos, silhais, fontes e lavadeiros, pombais e casas tradicionais.

Arriba