Turgalicia Turismo de Galicia

Xunta de Galicia
Início > Viva estas… experiências > Caminho de Santiago > Acrescentar a "A Minha viagem"

Caminho de Santiago

Degustar vinhos pela Via da Prata

Durante uma semana poderemos desfrutar de uma fascinante paisagem, ornada com pontes medievais, igrejas, mosteiros, fortalezas e paços. Atravessaremos terras de grande riqueza vitícola, visitaremos as suas adegas, degustaremos os seus vinhos e relaxaremos nalguma estância termal.

Interessa!

  • Ponto de partida: Verín
  • Ponto de chegada: Santiago de Compostela
  • Jornadas: 7
Paços, torres, fortalezas, mosteiros e igrejas vão aparecer à nossa passagem, mas também adegas de três das cinco denominações de origem de vinhos que existem na Galiza. Conheceremos e degustaremos os excelentes vinhos que elaboram.

Esta peculiar peregrinação combina as enfeitiçadoras paisagens galegas da Vía da Prata com a riqueza vitícola das terras que atravessa.

Mais informação...
-Pousada de Verín. Telefone: (+34) 988 410 075
-Estância termal de Laias (Cenlle). Telefone: (+34) 988 280 409
-Mosteiro de Oseira (San Cristovo de Cea). www.mosteirodeoseira.org
-Pão de Cea. www.pandecea.org
-Colegiada de Sar (Santiago). www.colegiatadesar.com

Percurso - 1º Dia

O caminho começa em Verín, vila dominada pela fortaleza de Monterrei

 

Ampliar

Aconselhamos chegar à tarde a Verín, vila de entroidos (carnavais) ancestrais, situada no vale do rio Tâmega e capital do município. É uma das principais localidades da província de Ourense, próxima a Portugal, situando-se numa das variantes no Caminho do Sudeste-Via da Prata. A vila dispõe de uma importante oferta de alojamento, destacando-se a Pousada, aos pés da fortaleza medieval de Monterrei, ambas sinalizadas na estrada N-525 que nos aproxima à localidade, à qual também podemos aceder pela estrada A-52.

Uma vez instalados, podemos visitar esta acrópole, por muitos considerada a maior da Galiza, que há 800 anos vigia a fronteira com Portugal e domina o vale. Partindo do Parador, podemos subir a pé pela colina, a melhor forma de observar a muralha tripla e em todos os edifícios da imponente fortaleza, construídos entre os séculos XII e XVII.

No pátio de armas encontramos o chamado pozo verde, rodeado de lendas de infidelidades e suicídios, como o da esposa de Pedro, o Cruel. Não devem perder a oportunidade de subir à Torre da Homenaxe, uma impressionante massa de pedra com 22 metros de altura, que oferece uma panorâmica de vários quilómetros sobre paisagens salpicadas de vinhedos, hortas e pequenas aldeias, com Verín a seus pés.

Para jantar, polvo à feira, bacalhau ou androlla

Ao terminar o percurso, descemos até à vila. Se forem amantes da heráldica, ficarão impressionados com o escudo na fachada da Casa do Assistente, próxima da ponte que cruza o rio Tâmega. Para jantar, recomendamos o famoso polvo à feira, bacalhau, ou os manjares da matança do porco, como a androlla, um enchido típico da zona. Acompanharemos a refeição com um vinho da Denominação de Origem Monterrei.

 

Partilhe-me em...

A minha viagem

A miña viaxe

Preparando a viagem...

Armazene toda a informação necessária para organizar a sua viagem: museus, monumentos, locais de interesse, alojamentos, restaurantes...

Depois de o fazer, poderá ver o plano do seu itinerário, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS

Durante a viagem...

Já está a usufruir da Galiza. Aqui poderá consultar o plano da sua rota, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS. Se dispuser de um telemóvel com GPS, poderá ver a sua localização no mapa.

Despois da viagem

Agora que regressou, poderá anotar o que lhe pareceu aquilo que visitou e, também, marcar aquilo que não pôde ver, para não se esquecer da próxima!

Entrar
Xunta de Galicia Turismo de Galicia

© 2013 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Acima