Rías e praias

Aqui os homens são apenas convidados, pois as Rias são na realidade reino de peixes, gaivotas, corvos-marinhos e incansáveis garajaus... príncipes do mar e do céu.

As Rias galegas, longos braços de mar que entram pela terra, definem a paisagem da Galiza e talvez, de alguma forma, também o espírito dos seus habitantes, uma mágica e surpreendente mistura de opostos: o oceânico e o terrestre; o mágico e o real; o titânico e o humano. Uma simbiose entre distintos caminhos, os do mar e os da terra, que talvez no final acabem conduzindo ao céu ou não é aí que se juntam o horizonte e os sonhos?

Os 1.498 km de costa, além das suas bem conhecidas riquezas gastronómicas, regalam a esta terra lendas, comércio, cultura, lazer, maravilhosas paisagens e mais de 700 praias. Desde os mansos e suaves areais das Rias Baixas que convidam ao descanso e ao banho, até aos furiosos e bravos das Rias Altas, batidos pelo vento.

Arriba