Muros a norte, escondida no sopé do monte Louro, Noia a este e Porto do Son a sul delimitam esta bonita e tranquila ria. As origens de Muros e Noia remontam à Idade Média. Ambas conservam um casco histórico que fala de um passado senhorial ligado ao mar e à pedra: casas brasonadas, ruas com pórticos, igrejas e pracetas.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.
O escritor galego Otero Pedrayo dizia que Noia era "a pequena Compostela".

Porto do Son, uma aldeia de marinheiros que ainda mantém todas as suas caraterísticas, é uma das visitas imprescindíveis de verão na Galiza. Ao lado, Portosín, com um moderno porto desportivo e as suas concorridas regatas.

A ria também oferece inúmeras praias, a maioria de areia branquíssima, como as de Ancoradoiro, San Francisco, Aguieira, As Furnas ou Basoñas.

Também existem muitas ruínas arqueológicas e castros, como o fabuloso Castro de Baroña, ao lado do mar e de uma maravilhosa praia.

 

Xunta de Galicia

© 2016 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Galicia
Arriba