Turgalicia Turismo de Galicia

Xunta de Galicia
Início > Visite estes... destinos > Surpreendente > Torre de Hércules > História da Torre > Acrescentar a "A Minha viagem"

Torre de Hércules

A restauración da Torre

Em 1788 começaram as obras de restauração definitiva da Torre de Hércules. Terminadas em 1790, deram à Torre, exceto pequenas transformações posteriores, o aspeto atual. Posteriormente foram realizadas obras de acondicionamento do ambiente.

  • Torre de Hércules

Em 1788...

Em 1788, pela iniciativa do Real Consulado de A Corunha e autorizadas pelo rei Carlos III, começaram as obras de restauração da Torre de Hércules. Estas obras, realizadas pelo engenheiro militar Eustaquio Giannini, afetaram principalmente o exterior e a parte superior da Torre. No exterior, o núcleo primitivo romano foi revestido com um envoltório de pedra de estética classicista. Esta nova fachada tem uma sóbria decoração e uma duplicidade simétrica e regular dos vãos que, na maioria, são falsos e que só, nalguns casos, correspondem com as antigas entradas romanas às divisões interiores (às vezes fechadas em parte para manter a regularidade na fachada). A banda diagonal, que percorre os muros em espiral até ao cimo, faz lembrar a antiga rampa romana de acesso.

Na parte superior, foi levada a cabo a demolição dos vestígios da rotunda romana e dos anexos feitos no século XVII (torres pequenas e varanda) para serem substituídos por um novo final composto de dois corpos octogonais sobrepostos; o superior continha inicialmente o fanal ou "fogarón" que alimentado por carvão servia de luminária. No interior, a velha escada de madeira foi substituída por uma nova de pedra com corrimão de madeira.

A restauração finalizou em 1790.

Pouco depois foram realizados vários trabalhos de acondicionamento do ambiente. Foi projetada a construção do caminho de acesso e a plataforma que rodeia a base da Torre foi concluída em 1861. Além disso, foi construída uma pequena casa de pedra para servir de proteção da rocha onde estava a inscrição romana.

Entre 1799 e 1806...

Entre 1799 e 1806, foram realizadas novas obras de substituição do lampião de carvão por um novo fanal giratório de revérberos parabólicos alimentado com azeite. Esta instalação obrigou Giannini a introduzir modificações no cimo da Torre. O telhado do corpo superior foi demolido e foi colocada uma lanterna de vidro que ainda hoje se conserva. Também foi realizada a construção de um peculiar pináculo pétreo que alberga a escada de acesso à lanterna e foi instalado um para-raios.

Séculos XIX e XX...

Em 1927, foi realizada a eletrificação do farol

No século XIX e até finais do século XX, as restaurações foram mínimas e só afetaram o interior da Torre, e tiveram maior importância às que foram realizadas no ambiente. Em 1849, o interior da Torre foi acondicionado para instalar as salas de aulas da primeira Escola de Torreros de Faróis de Espanha, que se mantiveram até 1854. Desde 1858 e até 1906, as paredes interiores da Torre estiveram revestidas com papel estampado. Em 1909, o corrimão de madeira da escada interior foi substituída por outra de pedra. Em 1927, foi realizada a eletrificação do farol. E em 1861 e 1956 foram construídos vários edifícios destinados ao alojamento dos faroleiros, situados junto da plataforma da base da Torre.

> Textos fornecidos pela Câmara Municipal de A Corunha
Partilhe-me em...

A minha viagem

A miña viaxe

Preparando a viagem...

Armazene toda a informação necessária para organizar a sua viagem: museus, monumentos, locais de interesse, alojamentos, restaurantes...

Depois de o fazer, poderá ver o plano do seu itinerário, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS

Durante a viagem...

Já está a usufruir da Galiza. Aqui poderá consultar o plano da sua rota, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS. Se dispuser de um telemóvel com GPS, poderá ver a sua localização no mapa.

Despois da viagem

Agora que regressou, poderá anotar o que lhe pareceu aquilo que visitou e, também, marcar aquilo que não pôde ver, para não se esquecer da próxima!

Entrar
Xunta de Galicia Turismo de Galicia

© 2013 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Acima