Turgalicia Turismo de Galicia

Xunta de Galicia
Início > Viva estas… experiências > Faróis e praias selvagens > Itinerários > Acrescentar a "A Minha viagem"
Mariña lucense

GEODESTINO

Mariña lucense

Mar e montanhas, rios e rias, prados e praias...

Praia das Catedrais

DESTAQUE

Praia das Catedrais

Quando a potência do mar se une à paciência do tempo, o resultado é arte...

Faróis e praias selvagens

As Catedrais do Mar

A Mariña lucense é uma fonte inesgotável de maravilhas naturais que coabitam com um espetacular património histórico.

Esta porção da costa galega, banhada pelas águas do mar Cantábrico, esconde entre as caprichosas formas das suas falésias lendas mágicas sobre sereias e marinheiros.

Isto interessa-lhe!

  • Ponto de início: Ribadeo
  • Ponto final: Viveiro
  • Jornadas: 2
  • Km (aprox.): 90 km
A praia d’Os Castros convida a nos deitarmos nas suas rochas completamente lisas para, embalados pelo som rítmico das ondas do mar, gozar de um banho de sol ou de uma prazerosa sesta.
 
A subida ao farol Roncadoira é a parte mais dura do trajeto, as gaivotas parecem perder o equilíbrio enquanto as ondas rompem com força contra as falésias.

Percurso – 1º Dia

Começamos a nossa caminhada na vila de Ribadeo situada na desembocadura do rio Eo, fronteira natural com as Astúrias e em plena Mariña lucense. Podemos constatar o esplendoroso passado da vila dando um passeio pelo encantador centro histórico, repleto de belas construções indianas.

Ampliar
Ao chegar ao porto, podemos fazer uma pequena caminhada na beira de uma agreste falésia. Em pleno trajeto, parem para fruir da Cornija cantábrica no miradouro de Santa Cruz, a quase 200 metros acima do nível do mar. Dali, também descobrimos a ilha Pancha e dois pitorescos faróis com as cores branca e azul. O mais baixo e de planta quadrada é do final do século XIX e o outro, mais moderno, é de 1987.
Devido à orografia da costa cantábrica, encontramo-nos numa zona ideal para os amantes dos passeios pedestres. Ponham um calçado cómodo porque os passeios a pé à beira destas falésias são a melhor maneira de viver esta costa.
Continuando para o oeste, encontraremos a vila de pescadores de Rinlo, muito famosa pela sua gastronomia. Embora o seu prato estrela seja o arroz com lavagante, os petiscos de polvo, as empanadas ou outros manjares que os incluem nos seus menus não lhe ficam atrás.
Se quisermos fazer com que a comida assente melhor, podemos continuar a pé até à praia d´Os Castros e chegar à beira-mar passando pelo seu original acesso através de um túnel natural. Este areal convida-nos para nos deitarmos nas suas rochas completamente lisas onde, embalados pelo som rítmico das ondas do mar, podemos gozar um banho de sol ou uma prazerosa sesta.
Com as forças renovadas, pomo-nos de novo a caminho de uma das praias mais famosas de todo o Norte: a praia de Augas Santas, internacionalmente conhecida como a praia d´As Catedrais. O seu nome deve-se às características formações rochosas em forma de arco, algum deles já fraturado pela intensa ação do mar. Mas, além da sua beleza, esta praia possui numerosas cavernas escondidas onde o mar bate com força criando um espaço cada vez maior, recomendando-se, por isso uma extrema precaução durante o passeio. A visita à praia d´As Catedrais com a maré alta pode ser feita do alto dos penhascos, guardando a devida distância de segurança. E se coincidir chegarem aqui durante a maré baixa, desçam pela escadaria até à fina areia para se depararem com a grandeza destas impressionantes arcadas. Se quiser conhecer o estado do mar e o horário das marés antes de visitar As Catedrais, pode consultar o site de Meteogalicia onde encontrará esta informação.
Se as horas de luz o permitirem, podemos continuar um pouco mais pela linha da costa, onde encontraremos grandes areais mais urbanizados mas nem por isso com menos encanto. Uma boa altura para fazer uma paragem será quando chegarmos à praia de Peizás, mais solitária do que outras dos arredores. Para concluir a jornada, nada melhor do que sentarmo-nos a ver o pôr-do-sol no castro de Fazouro, situado ao pé da falésia. Aqui, o vento sopra com força e esta intensidade convida-nos a nos abrigarmos nos buracos das paredes para sentir o seu calor depois de toda uma jornada expostos ao sol.
Partilhe-me em...

A minha viagem

A miña viaxe

Preparando a viagem...

Armazene toda a informação necessária para organizar a sua viagem: museus, monumentos, locais de interesse, alojamentos, restaurantes...

Depois de o fazer, poderá ver o plano do seu itinerário, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS

Durante a viagem...

Já está a usufruir da Galiza. Aqui poderá consultar o plano da sua rota, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS. Se dispuser de um telemóvel com GPS, poderá ver a sua localização no mapa.

Despois da viagem

Agora que regressou, poderá anotar o que lhe pareceu aquilo que visitou e, também, marcar aquilo que não pôde ver, para não se esquecer da próxima!

Entrar
Xunta de Galicia Turismo de Galicia

© 2013 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Acima