Turgalicia Turismo de Galicia

Xunta de Galicia
Início > Viva estas… experiências > Bosques da Galiza > Experiências... > Acrescentar a "A Minha viagem"

Bosques da Galiza

Ancares - Courel

Poder-se-ia dizer que Ancares e Courel conformam a maior reserva verde da Galiza. Lobos, javalis, raposas e veados são alguns dos animais que podem ser encontrados ao percorrer um dos maravilhosos trilhos destas terras. E não seria impossível encontrar rastos de um urso ou de um raro tetraz

Em Ancares e em Courel, uma infinidade de rotas atravessam vales e montanhas, serpenteando por entre castanheiros, carvalhos, faias, bétulas ou mesmo azinheiras!

Para começar, propomos entrar em cinco dos seus bosques mais emblemáticos: o insólito Azinhal de Cruzul (Becerreá), o Souto de Agüeira (As Nogais), a bela Devesa de Rogueira (Seoane do Courel) e o mágico Bosque de Cabana Vella (Cervantes). Não perca a oportunidade de visitar as aulas de natureza de Degrada e Moreda, para obter mais informação sobre os espaços que irá percorrer e pelos quais, sem dúvida, ficará apaixonado.

Ainda no geodestino Ancares-Courel, mas mais a norte, encontra-se o sexto bosque que propomos: a ancestral Fraga da Marronda (Baleira), onde pode apreciar as faias mais ocidentais do sul da Europa, que convivem com carvalhos, castanheiros, azevinhos, etc. Não perca nenhum detalhe da sua experiência nos Bosques da Galiza!

Os Ancares

A casa do urso, do lobo e do tetraz

Não é fácil avistar um urso quando passeamos por Os Ancares, mas não é impossível. Segundo a Fundação Oso Pardo, este plantígrado regressou no século XXI a estas montanhas da região de Lugo e parece encontrar-se cómodo nos seus bosques. Mas estas terras montanhosas contam com outros habitantes emblemáticos, como o lobo e o tetraz. Em Os Ancares, encontramos belas paisagens montanhosas onde a natureza se revela generosa, mas também agreste e de duros invernos nevados. Nalgumas aldeias, ainda se conservam construções pré-romanas (as palhoças ou pallozas), que se mantiveram habitadas até há poucos anos.

Em todos os recantos destes bosques, encontraremos a magia da natureza: a do grande carvalho oco que floresce todos os anos, ou a do azevinho que salpica a neve de vermelho no inverno. São muitos os bosques que vestem de cor Os Ancares; nesta ocasião, propomos começar pelo de Cabana Vella.

Ampliar
  • Palhoças em Piornedo

  • "Alvariza" em Os Ancares

  • Os Ancares

  • Os Ancares

  • Os Ancares

  • Os Ancares

  • Urso em Os Ancares

  • Perfil do percurso

  • Mapa do percurso

Rota do bosque A Cabana Vella
Ponto inicialTipo de rotaKmDuração estimadaDificuldade em progressãoDificuldade em orientação
Degrada (Cervantes)Circular17,635 h 30 min.MédiaMédia-alta
PERFIL: Pessoas com experiência, que saibam ler mapas e orientar-se

O desejo de percorrer Os Ancares através desta rota levá-lo-á a uma pequena aldeia chamada Degrada, no município de Cervantes. Atrás do emblemático albergue do Club Ancares, encontrará o Centro de Interpretação da Natureza, um bom ponto de partida para obter informações sobre o dia que espera por si.

Partindo deste ponto, dará início a um percurso com categoria de viagem: vamos partir para a época em que os bosques eram lugares cheios de magia e mistério, porque o bosque de Cabana Vella abre-nos uma janela para esses tempos. A rota não está sinalizada, mas não se preocupe, porque é fácil orientar-se se as condições meteorológicas são favoráveis. Tome o trilho que ascende suavemente a partir da parte de baixo do estacionamento do Clube Ancares.

Vale a pena andar devagar, com todos os sentidos preparados para captar as sensações que o bosque nos oferece. Quem sabe, talvez possamos ouvir o cantar de um tetraz macho a tentar seduzir uma fêmea.

Muito em breve, encontrará uma bifurcação e terá de continuar o seu caminho para a esquerda, em direção ao pico de Três Bispos. Cerca de 5,5 km após o ponto inicial, chegaremos a uma clareira. Neste ponto, a pista termina para dar lugar a um trilho estreito, que penetra corajosamente pelo espesso bosque que verá à sua direita. Mas atenção, aventureiros, porque para os mais atrevidos existe a possibilidade de fazer um desvio de uma hora nesta rota, para ascender ao cume do popular pico de Três Bispos. Será uma travessia mais longa e um pouco mais difícil, mas certamente que o esforço vale a pena, pois poderá desfrutar de vistas de cortar a respiração.

Novamente chegado à clareira, o trilho que se encontra à sua direita, no sentido ascendente, pode ser o mais complicado da rota, uma vez que a visibilidade tanto pode ser prejudicada pela neve de inverno, como pela exuberante vegetação da primavera. Por isso, esteja atento ao mapa!

Depois de se orientar pelo mapa, o trilho continua entre árvores, terminando na golada de Vara. Aqui abandonamos o trilho natural para seguir outra pista, que se apanha à direita do seu sentido de marcha e que, atravessando finalmente o mágico bosque de Cabana Vella, irá conduzir-nos novamente ao ponto de partida.

Documentos relacionados...

Partilhe-me em...

A minha viagem

A miña viaxe

Preparando a viagem...

Armazene toda a informação necessária para organizar a sua viagem: museus, monumentos, locais de interesse, alojamentos, restaurantes...

Depois de o fazer, poderá ver o plano do seu itinerário, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS

Durante a viagem...

Já está a usufruir da Galiza. Aqui poderá consultar o plano da sua rota, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS. Se dispuser de um telemóvel com GPS, poderá ver a sua localização no mapa.

Despois da viagem

Agora que regressou, poderá anotar o que lhe pareceu aquilo que visitou e, também, marcar aquilo que não pôde ver, para não se esquecer da próxima!

Entrar
Xunta de Galicia Turismo de Galicia

© 2013 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Acima