Turgalicia Turismo de Galicia

Xunta de Galicia
Início > Viva estas… experiências > Santuários mágicos > Itinerarios > Acrescentar a "A Minha viagem"
Pontevedra

Pontevedra

Tem tanto para ver: arquitetura, alamedas, passeios pelo rio, praças cheias de vida...

Ria de Arousa

GEODESTINO

Ria de Arousa

A maior das Rias Baixas revela uma sábia mistura de natureza, arte, tradição marítima e, hoje em dia, do melhor lazer...

Ria e Terras de Pontevedra

GEODESTINO

Ria e Terras de Pontevedra

As terras da ria de Pontevedra estão marcadas pela sua tradição marítima...

Santuários mágicos

Milagres de água... e óleo

água, doce ou salgada, é o fio que nos conduzirá nesta experiência mágica através de santos, fontes, mananciais e pedras milagrosas, todos eles convertidos em altares para a cura de males e para a celebração de rituais de fecundidade.

Interessa-lhe!

  • Início: Pontevedra
  • Fim: Sanxenxo
  • Dias: 2
  • Km (aprox): 67 Km
“Se vas a San Benitiño / non vais ao de Paredes, / que hai outro máis milagreiro / no conventiño do Lérez”.

“Levei a minha mulher / à Lanzada, às nove ondas; / levei-a a desinfetar / e expulsar os demónios”.
Data de celebração das romarias:
- San Benitiño de Lérez: 11 de xullo.
- Nosa Señora dos Milagres de Amil: Domingo seguinte a 8 de setembro.
- Nosa Señora das Cabezas de Armenteira: Segunda-feira de Páscoa.
- Nosa Señora da Lanzada: Último fim de semana de agosto.

 

Percurso – 1º Dia

Começamos o nosso itinerário com uma visita ao centro histórico de Pontevedra, um dos mais bonitos e melhor conservados da Galiza. Passear pelas encantadoras praças do Teucro ou da Leña, pelas arcadas de pedra ou tomar um café nas esplanadas da Plaza da Ferrería é uma experiência muito agradável, sobretudo, com um dia de sol, na primavera, e com as camélias em flor. É imprescindível uma visita à original igreja da Peregrina, que tem a forma de uma concha de vieira. Elegante e simpática, alberga no seu interior a imagem da padroeira de PontevedraÉ o lugar ideal para iniciar a nossa rota mágica.

Ampliar
Passados poucos minutos, encontramos o mosteiro de San Salvador, que acolhe a talha de San Benitiño de Lérez. O templo, do século XVIII, ergue-se sobre um montículo a partir do qual se observam magníficas vistas da cidade de Pontevedra e do rio Lérez. A imagem de San Benitiño de Lérez é pequena mas, como diz a “copla” popular, o seu tamanho não o impede de ser o santo mais milagroso. San Benitiño é perfeito para curar as verrugas e os problemas de pele: basta acariciar a face do santo com um pano e utilizar o óleo mágico.
Se assistirdes à procissão do dia grande, vereis como a fé que os devotos lhe professam se reflete numa capa de notas que a cobrem por completo. No dia da festa, se formos andando pela margem do rio Lérez, poderemos ver os romeiros a subir o rio em barcas coloridas, adornadas com fitas e flores. Depois de visitar o santo, podeis desfrutar, como os romeiros fazem, de um almoço campestre: empanada e vinho galego ao som dos gaiteiros..
Continuando a nossa rota para norte, chegamos ao santuario de Nosa Señora dos Milagres de Amil, em Moraña. Ao chegar, percebe-se imediatamente que se trata de um templo de culto vivo. Sobretudo em dias da festa.

O mais surpreendente desta romaria são as caminhadas noturnas que os fiéis realizam para assistir às missas de madrugada. Outra imagem típica da romaria são as velas, com a altura de uma pessoa, apoiadas contra as paredes da igreja. Algumas já estão acesas, esperando que sejam compradas para sair na procissão. O silêncio invade os devotos que caminham ou vão de joelhos, lentamente, atrás dos portadores da imagem totalmente coberta por oferendas em dinheiro ou por fotografias dos agradecidos. Destaca-se a bonita e delicada talha da Virgem. Veste manto branco bordado a ouro e o seu cabelo negro com longos caracóis sobressai por baixo do véu. Outro costume que é possível partilhar é beber, molhar-se ou lavar-se na fonte de água santa que existe na base da teatral escadaria de cem degraus que vai até ao templo. Também podeis continuar o ritual, seguindo os passos dos romeiros que querem serenar o seu fervor e se dirigem a Rozavella, a menos de um quilómetro, que é o lugar onde está o primeiro manancial mágico.

A maior parte dos devotos pedem a Señora dos Milagres de Amil saúde ou proteção, assim como também o fazem os marinheiros, que lhe deixam uma réplica das suas embarcações, o que é curioso uma vez que este templo está afastado da costa.
Antes de nos dirigirmos para o nosso destino seguinte, fazemos uma paragem no caminho para descobrir outra atmosfera mágica, desta vez relacionada com a natureza. É o lugar das cascatas do rio Barosa, que constitui um magnífico espetáculo formado por moinhos e charcos naturais. Se o tempo ajudar, podereis tomar banho nas suas águas cristalinas e sentir a força da água a cair sobre o corpo, utilizando a cascata como um spa natural.

 

Partilhe-me em...

A minha viagem

A miña viaxe

Preparando a viagem...

Armazene toda a informação necessária para organizar a sua viagem: museus, monumentos, locais de interesse, alojamentos, restaurantes...

Depois de o fazer, poderá ver o plano do seu itinerário, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS

Durante a viagem...

Já está a usufruir da Galiza. Aqui poderá consultar o plano da sua rota, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS. Se dispuser de um telemóvel com GPS, poderá ver a sua localização no mapa.

Despois da viagem

Agora que regressou, poderá anotar o que lhe pareceu aquilo que visitou e, também, marcar aquilo que não pôde ver, para não se esquecer da próxima!

Entrar
Xunta de Galicia Turismo de Galicia

© 2013 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Acima