Pola ribeira do Sil

Podemos começar a rota desde Monforte ou Ourense, pela estrada N-120, e apanhando em Os Peares a estrada do serviço às barragens hidroelétricas, que nos levará pela margem do rio Sil. Esta estrada, construída pelas empresas hidroelétricas, é privada, mas está permitida a livre circulação de veículos particulares. Depois de um percurso ao mesmo nível do rio, a estrada sobe para Luíntra. Antes de chegar a esta localidade encontraremos um desvio à direita que nos levará até ao Mosteiro de Santo Estevo de Ribas de Sil. Atualmente, o mosteiro pertence à rede de Pousadas de Turismo, mas podem ser visitados livremente os três claustros, a igreja e um centro de interpretação situado no piso térreo.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

Parada de Sil

Voltaremos ao nosso percurso e apanharemos a estrada geral de Luíntra a Parada de Sil. Na entrada deste núcleo encontraremos um desvio à esquerda que nos conduzirá até ao Mosteiro de Santa Cristina de Ribas de Sil, ao qual se acede através de uma pista asfaltada. Regressando de novo até Parada de Sil (onde podemos aproximar-nos ao magnífico miradouro dos Balcóns de Madrid), apanharemos a estrada que, por Hedrada, nos leva até Vilariño Frío, no cruzeiro com a antiga estrada comarcal de Ourense a Ponferrada.

O nosso seguinte objetivo é o Mosteiro de Santa María de Montederramo, parte do qual foi convertido neste colégio. Para chegar até Montederramo percorreremos uns quilómetros em direção a Trives e apanharemos uma estrada local à direita, que vai para Montederramo e a Serra de San Mamede.

Ata Ourense

Se regressarmos e continuarmos pela antiga estrada comarcal, desta vez para Ourense, passaremos por Vilariño Frío e o Alto do Rodicio, desde onde poderemos apreciar umas grandiosas vistas sobre o vale de Maceda. Em plena descida, tomaremos um desvio à direita para nos aproximarmos de Xunqueira de Espadanedo, onde admiraremos o mosteiro.

San Pedro de Rocas será o seguinte ponto de interesse, no município de Esgos. Este é um valioso conjunto que cativará o viageiro pela fusão entre meio rural e património histórico, testemunho do assentamento nestas terras dos primeiros frades, com os túmulos lavrados na rocha. Para isso voltaremos à estrada comarcal, passaremos a capital municipal de Esgos e iremos pelo desvio à direita, que nos levará diretamente a este especial ponto de interesse patrimonial.

 

Arriba