Turgalicia Turismo de Galicia

Xunta de Galicia
Início > Visite estes... destinos > Cidades > Santiago de Compostela > Acrescentar a "A Minha viagem"

Cidade de Santiago de Compostela

Património da Humanidade desde 1985, há séculos que Santiago de Compostela atrai visitantes e peregrinos do mundo inteiro. É a cidade mais cosmopolita da Galiza, mas toma isto com naturalidade, por isso, logo a partir do primeiro momento sente-se que se faz parte da mesma.

Aqui há de tudo.

No centro histórico, a Catedral e o Pórtico da Glória. Praças emblemáticas como a do Obradoiro, a Quintana e a d’O Toural. Dezenas de igrejas, conventos e palácios. Românico, gótico e barroco. E também lojas, bares, restaurantes e um bonito Mercado Hortícola a transbordar de produtos frescos. Além disso, em pleno centro, a Alameda com as suas árvores de camélias e o Passeio da Herradura, com uma estupenda vista da catedral. E nas margens do Sar, a Colexiata de Santa María e as suas impossíveis colunas inclinadas.

Santiago é grande. E assim nos faz sentir.

Ampliar
  • Arco de Mazarelos

    Arco de Mazarelos

    Única porta que se conserva do primitivo recinto amuralhado medieval. Por ela entrava o vinho proveniente do Ulla e do Ribeiro.

  • Capela de Ánimas

    Capela de Ánimas

    Neoclássica. Projeto de Ferro Caaveiro e reforma de Ventura Rodríguez. Grupos escultóricos em terracota.

  • Casa da Parra

    Casa da Parra

    Séc. XVII, exuberante decoração vegetal pétrea na fachada.

  • Casa do Cabido

    Casa do Cabido

    Barroco do séc. XVIII, criado como fachada de fecho da Praça das Praterías, de onde deriva a sua estreiteza lateral.

  • Casa do Deán

    Casa do Deán

    Paço barroco, séc. XVIII. Atualmente Gabinete de Acolhimento de Peregrinos.

  • Casa dos Cóengos

    Casa dos Cóengos

    Criada para fechar a Praça da Quintana. Do séc. XVII. Destacam os seus pórticos e chaminés. Obra de Domingo Antonio de Andrade e Casas e Novoa.

  • Catedral de Santiago de Compostela

    Catedral de Santiago de Compostela

    Construída a partir de 1075 sobre restos de edifícios de períodos anteriores. As naves e o deambulatório (parte mais antiga do templo) foram erigidos durante os séc. XI e XII.

  • Fachada do Obradoiro

    Fachada do Obradoiro

    (1750) Fundamental do estilo barroco compostelano, obra de Casas e Novoa.

  • Pórtico da Glória

    Pórtico da Glória

    Românico - 1188.

  • Fachada de Praterías

    Fachada de Praterías

    (Românica, 1103), com um pórtico duplo apoiado em onze colunas com três arquivoltas e uma rica iconografia, considerada uma das mais interessantes do românico.

  • Fachada de Acibechería

    Fachada de Acibechería

    (Transição do barroco para o neoclássico, 1765) Presidida por uma escultura de Santiago Peregrino, obra do italiano Gambino.

  • Porta Santa

    Porta Santa

    Na Praça da Quintana, que mistura elementos barrocos com esculturas românicas reaproveitadas do antigo coro pétreo, só está aberta nos anos santos e permite ganhar o jubileu ao entrar pela mesma.

  • Colegiada de Santa María a Maior e Real do Sar

    Colegiada de Santa María a Maior e Real do Sar

    Construção românica do séc. XII. A forte inclinação dos pilares que sustêm as naves causa impacto. Claustro muito destacado.

  • Colégio de Fonseca

    Colégio de Fonseca

    Edifício renascentista acabado em 1532, com um belo claustro com pórticos.

  • Colégio de San Clemente

    Colégio de San Clemente

    Renascentista do início do séc. XVII.

  • Convento das Mercedarias

    Convento das Mercedarias

    Barroco, séc. XVII. Notável relevo na fachada com uma cena da Anunciação.

  • Convento de San Domingos de Bonaval

    Convento de San Domingos de Bonaval

    Originalmente do séc. XIII, embora a maior parte do que se conserva seja dos séc. XIV, XVII e XVIII. Sede do Museu do Pobo Galego e do Panteão de Galegos Ilustres.

  • Convento de San Francisco

    Convento de San Francisco

    O edifício atual data do séc. XVI, embora se conservem alguns restos góticos, com especial relevância para o claustro.

  • Convento de San Paio de Antealtares

    Convento de San Paio de Antealtares

    Fundado por Alfonso II após a descoberta dos restos do Apóstolo. Edifício atual dos séc. XVII e XVIII. Alberga o Museu de Arte Sacra.

  • Convento de Santa Clara

    Convento de Santa Clara

    Barroco, séc. XVII (edifício) e XVIII (fachada).

  • Convento de San Agustín

    Convento de San Agustín

    Edifício barroco, séc. XVII. Torre da esquerda destruída por um raio no séc. XVIII. A torre direita está inconclusa.

  • Hostal dos Reis Católicos

    Hostal dos Reis Católicos

    Antigo Hospital Real. Fundado pelos Reis Católicos em 1492. Fachada Plateresca de 1511. Atualmente funciona como Pousada Nacional.

  • Igreja de San Fiz de Cotovio

    Igreja de San Fiz de Cotovio

    Vivia neste local o ermitão Paio, que foi quem alertou o bispo Teodomiro da existência do sepulcro do Apóstolo. Igreja atual do séc. XVIII, com pórtico românico do séc. XIII.

  • Igreja de Santa María Salomé

    Igreja de Santa María Salomé

    Congrega uma notável mistura de estilos: pórtico românico, pórtico do séc. XVI, traça exterior barroca, campanário do séc. XVIII.

  • Convento de San Martiño Pinario

    Convento de San Martiño Pinario

    Antigo convento beneditino, o maior da Galiza. Enorme edifício construído entre os séc. XVI e XVIII.

  • Paço de Bendaña

    Paço de Bendaña

    É um dos grandes paços urbanos de Santiago. Construído no séc. XVIII.

  • Paço de Raxoi

    Paço de Raxoi

    Neoclássico do fim do séc. XVIII. Sede do conselho e do governo autónomo da Galiza.

  • Paço de San Xerome

    Paço de San Xerome

    Magnífico pórtico do séc. XV. Sede da reitoria da Universidade.

  • Paço de Xelmírez

    Paço de Xelmírez

    Edifício românico civil do séc. XII. Dos poucos exemplos existentes em Espanha.

  • Pórtico da Glória

    Pórtico da Glória

    Obra do Mestre Mateo terminada em 1188. Obra-prima da escultura românica que se desenvolve num pórtico com três arcos.

  • Praça da Quintana

    Praça da Quintana

    Majestosa e sóbria praça dividida em dois espaços diferenciados pela escadaria: A "Quintana de Vivos" e a "Quintana de Mortos". Nela se abre a Porta Santa, do séc. XVII, embora esteja decorada com figuras pétreas românicas oriundas do antigo coro do Mestre Mateo. Acabada com as figuras de Santiago e os seus discípulos em 1694.

  • Universidade Contemporânea

    Universidade Contemporânea

    Edifício do séc. XVIII, com o corpo superior acrescentado no séc. XIX. Atual Facultade de Xeografía e Historia.

Não pode perder…

Destacado

  • Cubertas da Catedral

O visitante de Santiago não deve perder a oportunidade de subir às coberturas da Catedral. A visita aos telhados do templo era já recomendada no Códex Calixtinus para se poder apreciar a sua esplêndida beleza. O que nós podemos acrescentar é que das mesmas se pode ver grande parte do conjunto histórico e da parte nova da cidade, bem como dos arredores de Santiago, do Monte Pedroso ao do Gozo, tornando-se num miradouro excecional.

Vista de cima, Santiago pode-se compreender melhor, tornando-se ao mesmo tempo mais verdadeira e mais mítica. Das coberturas, podemos ver a Cruz dos Farrapos, aos pés da qual os peregrinos medievais queimavam as roupas velhas do caminho, numa espécie de ritual purificador. É também um sítio ótimo para apreciar as fases de construção do templo e os diversos estilos arquitetónicos empregues até se conseguir o fastuoso resultado final.

Catedral e Centro Histórico de Santiago

PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

Catedral e Centro Histórico de Santiago

Sustenha a respiração. O Botafumeiro, voa sobre si a 70 km por hora...

Partilhe-me em...

A minha viagem

A miña viaxe

Preparando a viagem...

Armazene toda a informação necessária para organizar a sua viagem: museus, monumentos, locais de interesse, alojamentos, restaurantes...

Depois de o fazer, poderá ver o plano do seu itinerário, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS

Durante a viagem...

Já está a usufruir da Galiza. Aqui poderá consultar o plano da sua rota, guardar informação em PDF ou exportar as suas localizações em GPS. Se dispuser de um telemóvel com GPS, poderá ver a sua localização no mapa.

Despois da viagem

Agora que regressou, poderá anotar o que lhe pareceu aquilo que visitou e, também, marcar aquilo que não pôde ver, para não se esquecer da próxima!

Entrar
Xunta de Galicia Turismo de Galicia

© 2013 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Acima