Continuamos a nossa peregrinação pelos “10 lugares únicos da Galiza” para norte, até à Serra da Capelada, onde se encontram algumas das falésias mais altas da Europa.

O seu pico mais alto é o de Vixía Herbeira, com 620 metros de altitude. A partir dali é possível apreciar toda a grandiosidade e magnitude destas falésias, as mais altas a seguir aos fiordes noruegueses, uma vez que à sua elevada altitude se soma uma pendente de mais de 80%.

As vistas são impressionantes: a sua maravilhosa panorâmica do poderoso oceano Atlântico e da agreste costa nas proximidades de Santo André são, sem nenhuma dúvida, das mais excecionais de todo o litoral europeu.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

E, falando de Santo André, não deixeis passar a oportunidade de visitar o santuário que se encontra no caminho de ascensão à Serra da Capelada. Trata-se de um dos mais venerados da Galiza ao qual, segundo o ditado, “quem não vai de morto, vai de vivo”. Se quereis cumprir a tradição, depositai uma pedra nos “milladoiros” (montinhos de pedras) que existem no caminho como prova da vossa visita. E, se o que quereis é encontrar par, procurai a erva de enamoramento; nunca se sabe…

Uma vez na Serra da Capelada, continuai o vosso caminho e aproveitai para visitar o Cabo Ortegal e o seu farol, onde ficareis assombrados com a força do mar que bate contra os “Aguillóns”, rochas pontiagudas que emergem do mar e nas quais as ondas rebentam com toda a sua força. A vossa experiência ver-se-á reforçada se existir temporal, já que podereis presenciar a bravura do mar em todo o seu esplendor, com uma sensação de poder que jamais esquecereis. Lá chegados, respirai fundo e senti a imensidão da terra, a força do vento e a paz que este lugar transmite.

Se descerdes até Cariño e as forças vos faltarem, não vos esqueceis que podeis degustar um delicioso “guiso de raia” (caldeirada de raia) ou um “revuelto de erizos y algas” (ovos mexidos com ouriços e algas), que são produtos típicos da gastronomia local e que vos inundarão com o sabor do salitre.

Interessa-lhe...
- Romaria de Santo André de Teixido: A romaria principal tem lugar a 8 de setembro, ainda que ao longo do ano se celebrem outras menos concorridas (sexta-feira, sábado e domingo de Pentecostes e 24 de junho).

Sem a menor dúvida, o final desta viagem estará marcado pelo rugir do vento, o salitre na pele e o cabelo embaraçado, mas, sobretudo, pela sensação de que haveis estado em lugares únicos, quase inalcançáveis, ou seja, inesquecíveis.

Xunta de Galicia

© 2016 Turismo de Galicia | Todos os direitos reservados
Política de privacidade | Contacto | Accesibilidade

Galicia
Arriba