Propomos-lhe uma escapadela de fim de semana em família para descobrir Lugo, uma cidade de história milenar e um ambiente que gira em redor do rio Minho. É possível passear pela sua muralha romana, de mais de dois quilómetros de comprimento, admirar os seus edifícios quase em vista aérea e relaxar-se nos espaços lúdicos termais dos seus estabelecimentos hoteleiros. E, para completar a experiência, visitaremos Marcelle Natureza, onde nos aproximaremos da vida animal num espaço natural de grande beleza.

Um fim de semana para conhecer a cidade histórica de Lugo e gozar das suas águas termais em família.

Passearemos pela sua muralha romana, com um pouco mais de dois quilómetros. E visitaremos o jardim zoológico Marcelle Natureza, onde veremos cangurus, renas e até tartarugas gigantes.

Mais informação...
- Estância termal de Lugo – Termas Romanas. www.balneariodelugo.com
- Marcelle Natureza. www.marcellenatureza.com
- Centro de Interpretação da Muralha. Telefones: 982 251 658 / 982 297 347
- Museu Provincial de Lugo. www.museolugo.org.com

1º dia

Descontração entre águas termais

A nossa chegada a Lugo será por volta do meio-dia. Depois de deixar as malas no hotel comemos no centro histórico, em qualquer dos restaurantes que povoam as suas ruas.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

Outra opção é petiscar, um costume enraizado na cidade. Não é em vão o seu lema gastronómico:“E para comer, Lugo”.

Regressaremos ao hotel para usufruir do seu Club Termal, onde os pais poderão relaxar-se tranquilamente, enquanto as crianças se divertem na zona infantil, anexa à piscina para adultos, em condições de total segurança. Poderão ter acesso a ambas as instalações durante os três dias de estadia.

2º Dia

Visita a uma reserva natural e viagem à época romana

Depois do pequeno-almoço, vamos de carro até Outeiro de Rei (a 16 km de Lugo, em direção a Corunha), onde está localizado o Marcelle Natureza, um pequeno jardim zoológico situado num ambiente natural. Aqui, passaremos uma manhã em família para nos aproximarmos do mundo da fauna e da flora.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

Um jardim zoológico em plena natureza

O jardim tem diversas áreas pelas quais se distribuem espécies de diversos continentes, desde zebras a avestruzes ou de bisontes a lobos, passando por cangurus, linces, renas entre muitas outras. No reptilário, surpreender-nos-emos tanto com as serpentes como com as tartarugas gigantes.

Para usufruir da visita com calma, recomendamos-vos que almocem nas próprias instalações do parque ou que levem o vosso piquenique e se deixem envolver pela natureza e pelas ribeiras do rio Minho, que tem a declaração de Reserva da Biosfera.  Esta experiência servirá para que pequenos e grandes se sensibilizem com o cuidado da natureza.

A Muralha de Lugo e a sua catedral

De regresso a Lugo, podemos dar um passeio pela muralha romana, Património da Humanidade, inclusivamente percorrê-la na sua totalidade, um pouco mais do que dois quilómetros. Outra alternativa é subir pelas escadas de Campo Castelo até à Torre d´A Mosquera, que recria como seria uma das torres da muralha na época da sua construção e depois descer para ir descobrindo a figura da catedral, descendo da muralha pela rampa da Porta de Santiago, único acesso para pessoas com mobilidade reduzida ou se levarem crianças no carrinho.

Entrar na catedral levar-nos-á a um interior único, visto que, das cinco sedes episcopais galegas, só Lugo é que conserva as cadeiras do coro no centro do templo. À cabeceira, aguarda-nos outra surpresa, a capela da Virgen de los Ojos Grandes, de grande devoção na cidade.

 

A Catedral de Lugo é a única da Galiza que conserva as cadeiras do coro no centro do templo.

O Centro de Interpretação da Muralha.
Sairemos da catedral pela Porta Norte, adentrando-nos no dédalo de ruas da zona histórica até chegar à Praça do Campo. Entraremos no Centro de Interpretação da Muralha para conhecer mais pormenores da sua construção e da vida diária da cidade. Vídeos e ecrãs táteis permitirão que pequenos e adultos regressem no tempo até à época romana, quando se ergueram os templos, casas, edifícios e muros de LucusAugusti, nome recebido pela cidade ao ser fundada como uma das capitais de Gallaecia, a Galiza romana.

Depois, nalgum dos restaurantes e bares de petiscos pelos quais Lugo é uma cidade famosa, deixar-nos-emos tentar por peixes, carnes ou verduras da gastronomia galega.

3º Dia

Águas termais e um percurso pela história

De manhã ainda há tempo para um último mergulho nas piscinas do Clube Termal. Ou enquanto as crianças se divertem na zona infantil (dependendo das idades), os pais podem receber um tratamento de saúde, estética ou beleza numa das cabinas das instalações do hotel.

Pode haver recursos que não estejam georreferenciados e, portanto, não os está a ver.

Antes de deixarem Lugo recomendamos-vos que visitem o Museu Provincial, instalado num antigo convento franciscano. É de acesso gratuito e nas suas salas transportar-nos-emos a períodos passados. Veremos de perto torques e outras joias em ouro usadas pelos habitantes dos nossos castros, restos de mosaicos que decoravam o chão das casas mais ricas da cidade, ou a recreação de uma cozinha tradicional galega com lareira, potes, cantareiras e outros elementos e utensílios típicos. O conjunto fica completo com pintura, escultura e uma mostra de cerâmica e porcelana de Sargadelos, juntamente com uma coleção de leques e relógios que vos surpreenderão.

Os nossos passos levar-nos-ão à Alameda ou Praça Maior, com as suas esplanadas e a Casa do Conselho. Faremos uma última fotografia familiar ao lado do monumento que representa os fundadores da cidade. Depois, regressamos ao hotel para apanhar as malas e pôr ponto final a este percurso pela história da Galiza, da natureza e dos benefícios das nossas águas mineromedicinais.

O Museu Provincial de Lugo acolhe a recreação de uma cozinha tradicional galega.

Arriba